quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Anjo de trevas



Anjo da trevas possui minha alma.
Anjo da noite me tens em teus braços.
Teus olhos carmim revelam desejos.
Teu sorriso alvo procuram por mim.
Anjo das assas negras que me encanta,
todo dia.
Já não sei mais se és realidade ou fantasia.
Não é tu Seth, tão pouco é tu Pablo.
Quem serás tu, que não conheço?
Mas que me envolve com conhecimento.
Tua sabedoria não é falha.
Conheces meus anseios.
Meus desejos minhas dores.
És dono das vontades.
Do desejo e da ira.
Possui em ti uma sinistra sinfonia.
Não sei de onde vens,
e tão pouco para onde vais.
Só que as vezes eu desejo
que me deixes em paz...

Raysa Ribeiro

14.09.2011

3 comentários: